Lyrics55Ultimate lyrics source




Other songs from EXDR

4x4
Litoral
Notas Sobre Ela
Submundo

EXDR /

4x4

[Fita]
Visão la do alto lobo desperta
Contente com a mente aberta
Disponha de tudo que tudo se acerta
Mente esperta
Não viajo em dormir na neblina
Farol alto que a chuva tá fina
A morte me espera na esquina
Mas não falta matéria prima

[Farid]
É 4x4 subindo a ladeira
A beira do precipício no oficio
Vagabundo penso que era fácil
Mas a vida no rap é difícil
Com a mão no canhão e o dedo no gatilho
Conduta de um andarilho, dei soco em ponta de faca
Mas nunca dei chance pra sair do trilho
A firma prepara pra tomar de assalto
Império é o castelo varrendo o asfalto
Queimou mais um maço
Então pouco espaço é fato
O caminho é longo a mente é blindada
Pensamentos a prova de bala
Domínio de habilidades
Torna minha alma diferenciada
Eu faço de tudo e passo a mensagem
Pra sociedade eu virei mais um réu
O morro da vida não vai me ganhar
Porque eu quero chegar la no céu
O homem fiel, na luta divina
Nunca me deixo na mão
Me livra de pó e heroína
Estimula narina e para o coração
Faço a menção da liberdade
Estipula no papo de idade
Parado no tempo é pesado
Colocando falhas na dor do passado
Mas o meu legado disparada rajada (haha)
É só pedrada!
Maloqueiro a troco de nada essa é minha estrada

[Fita]
O enxame chegou pra mostrar
Que a rima faz alimentar
Os "cops" tentaram embaçar
E na minha banca só da pra focar
O vento levando as ideia torta
Logo meto o pé na porta
E quem se importa exporta
Levo comigo no peito e nas costas

[Dhali]
É 4x4 subindo a ladeira
Joguei na trincheira inimigos hostis
Na infância arma de madeira
Era brincadeira, hoje ponha fuzis
Segura o frenesi, mente pequena que causa retardo
Observe nêmesis morto vivo seu livro sagrado
V de vingança, entra na dança, assuma o costume
Ponta de lança não lança granada
Num pote de lança perfume
Resume a vida te fode e te pune, assuma porém
Fechei com os loco, mirando o topo
Sufóco, suporto
Caneta um pente de 100
De soia a oitava trombeta sufóco e foco
Em notas de 100
Essa é a sina, chacina que assina meu verso rude
Derruba abutres, visão la de cima
Leões dessa selva só rugem
Virei fugitivo enquanto eu tentava
Virei assassino enquanto eu pensava
Glock destravada, tocar balaclava
Assalto de mentes
Vagar madrugada, pocar na estrada
Descrença de um crente
Seja feliz, ou mande pro nariz
Seus versos em ruínas
Faço tu engolir teus versos ruins
Ou mande os pra sua narina
E peça bis, e peça bis



Report broken lyrics
Name: E-Mail:
Artist: Title:

Submit Lyrics
Name: E-Mail:

Send message